Artigo: DMAE

 

O DMAE, cujo nome técnico é Dimetilaminoetanol, é um importante antioxidante da membrana plasmática celular.

 

É um precursor, ou seja uma substância que faz parte da formação de outra, que é neste caso um acetilcolina. A acetilcolina é um neuro transmissor, ou seja, uma substância que permite a passagem do estímulo entre os nervos ou entre os nervos e os músculos.

 

Utilizado na pele, tem uma pequena ação firmadora e tensora, a curto e a longo prazo, e presume-se que o efeito seja pela contração muscular. Nos estudos efetuados com DMAE, os efeitos visualizados foram aumento da firmeza da pele, aumento da firmeza na área dos olhos e melhora do contorno facial.

 

Atua nas fibras musculares do organismo, tornando-as mais firmes, tonificadas e elásticas. Misturado em coquetel com outros nutrientes, combinado com uma base antioxidante e aplicado sobre a pele, o DMAE proporciona uma melhora visível na flácidez, nas rugas, nas marcas de expresão, nas celulites e acúmulos de gorduras.

 

Ao contrário da maioria dos cosméticos, o creme não age sobre as camadas superficiais ou mais profundas da pele, e sim na contração muscular. Por isso, não é preciso evitar o sol nem temer descamações.

 

HISTÓRIA

 

O DMAE é uma substância encontrada principalmente em peixes, como salmão e anchova, foi descoberta por acaso e reproduzido em laboratório, com a finalidade de tratar casos de hiperatividade e depressão. Tomado na forma de comprimidos, observou-se que um dos efeitos era a contração excessiva dos músculos do pescoço dos pacientes.

 

Na verdade, a substância é antiga conhecida da medicina. Encontrado, naturalmente, na sardinha e no salmão, o DMAE era usado para melhorar a memória e tratar casos de hiperatividade e depressão leve. Mas médicos e pacientes observaram que o uso do composto provocava um enrijecimento da musculatura do pescoço. A explicação é a de que a substância agiria nas fibras musculares, provocando o endurecimento do músculo. O resultado seria menos flacidez e a pele mais esticada, diminuindo as rugas.

 

 

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS:

 

O DMAE tem apresentado um visível efeito lifting, especialmente na linha da mandíbula, ao redor dos lábios e nas pálpebras superiores, observado por médicos e pacientes após alguns meses de uso contínuo.

 

O DMAE não é o Botox em creme porque o seu efeito é justamente o inverso. Enquanto o DMAE estimula o músculo o Botox bloqueia.

 

O DMAE já não apresenta efeitos colaterais e pode ser usado em qualquer tipo de pele.

 

O DMAE evita a necessidade de cirurgias para a correção dos problemas de envelhecimento. Com a utilização constante e diária, muito pode ser obtido, gastando apenas alguns minutos em casa. Os medicamentos tópicos, agem na intimidade da pele, previnindo o envelhecimento, retardando sua velocidade e rejuvenescendo a pele.

 

 

ESTUDOS COMPROVADOS

 

Título [Principal]: Efeitos do dimetilaminoetanol (DMAE)

Título [Outro Idioma]: Effects of dymethylaminoethanol (DMAE)

Autor(es): Dimas dos Santos Rocha Junior

Palavras-chave [PT]: Cosmeticos , Junção neuromuscular

Palavras-chave [EN]: Cosmetic , Neuromuscular junction ,

Titulação: Mestre em Farmacologia

Banca: Lea Rodrigues Simioni [Orientador], Caroline Ribeiro de Borja Oliveira, Marcos Moises Gonçalves

 

Resumo: O dimetilaminoetanol (DMAE) é comercializado em vários países como suplemento da dieta, amplificador da cognição e também como matéria-prima de produtos cosméticos. No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária aprovou o uso cosmético em 2002, visando a uma ação antienvelhecimento, após a observação do efeito colateral decorrente da administração oral do medicamento Deanol-®: contração involuntária da musculatura do rosto e do pescoço. Pesquisou-se, neste trabalho, a ação do DMAE em preparação isolada do nervo frênico-diafragma de camundongos, utilizando-se técnicas miográfica e eletrofisiológica. DMAE, sob o parâmetro miográfico, mostrou dois efeitos neuromusculares principais, dependentes da concentração: o facilitador da neurotransmissão (1 mg/mL, n = 6 e 4 mg/mL, n = 11) e o bloqueador neuromuscular completo aos 40 minutos (20 mg/mL, n = 4). Em preparações previamente curarizadas (d-Tubocurarina, 10 µg/mL) e sob estímulo direto, o DMAE (8 mg/mL, n = 3) aumentou a amplitude da contração muscular (30%), mostrando uma ação direta sobre a fibra muscular; enquanto sob estímulo indireto, demonstrou não possuir ação anticolinesterásica. O DMAE, sob o parâmetro eletrofisiológico, agiu pré-sinapticamente sobre a terminação nervosa, constatado pelo aumento gradativo dos valores de conteúdo quântico (1 mg/mL, n = 4). As implicações desses resultados são discutidas neste trabalho

 

Abstract: The dimethylaminoethanol (DMAE) is commercialized in several countries as diet supplement, amplifier of the cognition and also as substance in the constitution of cosmetic products. In Brazil, the cosmetic use was approved by the Agência Nacional de Vigilância Sanitária, in 2002, aiming at an antiaging action, after the collateral effect from oral Deanol® administration: the involuntary contraction of the face and the neck muscles. The objective of this work was to study the DMAE action in isolated mouse phrenic nerve-diaphragm preparation, using myographical and electrophysiological techniques. DMAE, under myographical parameter, showed two main neuromuscular and concentration-dependents effects: the facilitatory (1 mg/mL, n = 6 and 4 mg/mL, n = 11) and the neuromuscular blocker at 40 min (20 mg/mL, n = 4). In pre-curarized preparations (d-Tubocurarine, 10 µg/mL) and under direct stimuli, DMAE (8 mg/mL, n = 3) increased the amplitude of muscular contraction (30%), showing a direct action on the muscular fiber; whereas under indirect stimuli, showed to have no anticholinesterasic action. DMAE, under electrophysiological parameter did act presynaptically on the nervous terminal by a gradual increase of quantum content values (1 mg/mL, n = 4). The implications of these results are argued in this work

 

Data de Defesa: 20-08-2008

Código: 000435073

Informações adicionais:

Idioma: Português

Data de Publicação: 2008

Local de Publicação: Campinas, SP

Orientador: Yoko Oshima Franco

Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Ciências Médicas

Nível: Dissertação (mestrado)

UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Farmacologia

 

link da tese

http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/zeus/auth.php?back=http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000435073&go=x&code=x&unit=x

 

EFEITO NA PELE

 

Segundo alguns trabalhos apresentados, a melhora pode ser percebida em 30 a 60 minutos, após a aplicação do produto. Com o uso continuado da medicação os resultados tornam-se duradouros, dando maior firmeza e um aspecto mais rejuvenescedor à pele.

 

Com cerca de 3 meses de uso, os resultados mais perceptíveis foram a diminuição do aspecto ressecado e envelhecido da pele, ao serem percebidas melhoras significativas na flacidez da região das sobrancelhas, na rugosidade da pele, flacidez da região dos olhos e das pálpebras. Houve, também, melhora na elasticidade e firmeza da pele do rosto e do pescoço e na região ao redor dos lábios.

 

Em outro estudo, com 4 meses de duração, houve melhora significativa das linhas da região da testa, em comparação com um grupo que usou apenas o placebo (creme sem o princípio ativo). Este efeito persistiu por 2 semanas, após a interrupção do tratamento. Tudo isso sem dor.

 

O composto foi apresentado durante o último encontro da Academia Americana de Dermatologia realizado, recentemente, nos Estados Unidos e, desde então, vem merecendo a atenção dos Dermatologistas em todo o mundo.

 

DMAE X TOXINA BOTULÍNICA TIPO A

 

De acordo com os estudos feitos até agora, o DMAE atua na redução das rugas, a exemplo da toxina botulínica tipo A, mas com a vantagem de ser usado na forma de creme, e em casa - a toxina botulínica tipo A é injetável e só deve ser aplicado por especialistas.

 

DMAE: dimetilaminoetanol

 

- Sinonímia: deanol.

- Classe farmacológica: estimulante cerebral natural.

- Fontes naturais: é encontrado em abundância em anchovas e sardinhas.

 

Metabolismo e mecanismo de ação

 

Via Oral

O DMAE, ao ser administrado via oral, passa pelo trânsito gastrointestinal sem sofrer grandes alterações, penetra a barreira hematoencefálica e aumenta os níveis de colina e conseqüentemente, aumenta a síntese de acetil-colina diretamente a nível cerebral (é portanto um precursor indireto da acetil-colina). Atua como estabilizador de membrana e parece favorecer a longetividade, diminuindo a fadiga física e mental.

 

Uso Tópico

O uso tópico do DMAE também irá estimular a síntese da acetil-colina na junção neuro-muscular, melhorando a sua contração e assim proporcionando uma melhora na flacidez. Além disso, este produto é um potencial antioxidante (OH Hidroxila) atuando assim contra o envelhecimento.

 

DMAE e envelhecimento

 

A busca pela vitalidade tornou-se uma constante no ser humano, e as pesquisas vêm evoluindo no sentido de minimizar as marcas do tempo, tanto interna quanto externamente. Para isso devemos compreender uma série de fatores fisiológicos e bioquímicos que desencadeiam o processo de envelhecimento intrínseco e extrínseco.

 

No organismo humano as substâncias nutritivas (alimento e oxigênio) que prolongam a vida das células, devem ser administradas com a finalidade de conseguir um equilíbrio dinâmico de funções celulares. Porém o uso de produtos industrializados que utilizam em suas fórmulas conservantes, acidificantes, corantes e estabilizantes impedem o equilíbrio dinâmico necessário.

 

A terapia celular tem por objetivo promover uma revitalização das células e dos órgãos, oferecendo ao ser humano a possibilidade de transcorrer a vida com uma boa saúde.

 

Dentre os casos nos quais indicamos a terapia celular, podemos citar: Arteriosclerose, artrose, reumatismo, menopausa e terapia antienvelhecimento.

 

Envelhecimento

 

Com o passar dos anos, há um desequilíbrio do funcionamento do nosso organismo, levando ao processo de envelhecimento.

 

DMAE e radicais livres

 

O DMAE atua sobre a membrana plasmática, estabilizando assim este processo, evitando e diminuindo a concentração de Radicais Livres.

 

Indicações:

 

O FDA autorizou a comercialização do DMAE, enfocando sua atuação efetiva nas seguintes indicações:

 

- Síndrome da fadiga crônica.

- Depressão leve.

- Distúrbios de comportamento, associado à hiperatividade.

- Problemas de aprendizado (diminuição da compreensão e/ou da concentração).

- Dificuldade da leitura e/ou fala.

- Distúrbios compulsivos e/ou impulsivos descritos como associal, anti-social ou delinqüente.

- Demência senil.

- Melhora da contração muscular.

- Antioxidante, atua sobre o envelhecimento.

 

Outros benefícios com a suplementação do DMAE:

 

- Implementação da inteligência.

- Aumento da Memória.

- Aumento da capacidade de aprendizado.

- Melhora do humor e energia mental e física.

 

Sinergismo

 

O DMAE tem sua ação aumentada com a suplementação concomitante de vitamina B5 (pantotenato de cálcio), colina, lecitina de soja, L-fenilalanina, L-tirosina, L-acetilcarnitina e

ginkgo biloba.

 

Contra-indicação: epilepsia

Toxicidade: baixa.

Dosagem usual: 200 - 1200mg/dia oral.

Dosagem tópica: 3 a 10% em creme, serum ou loção.

 

O DMAE pode ser usado em todo o rosto, mesmo ao redor dos olhos nas pálpebras superiores e inferiores. Ele possui um efeito lifting que dura de 3 - 4 horas e um efeito acumulativo com uso seqüencial. Deve ser aplicado 1 a 2 vezes ao dia. Sua concentração ideal é de 5-10%. Pode ser feito em creme, gel ou serum. Seu efeito não é comparativo à Toxina.

 

Por enquanto, há somente um creme industrializado feito a partir do composto. Ele é fabricado pela Johnson&Johnson, mas não é comercializado no Brasil.

 

O que os dermatologistas estão fazendo é incluir o DMAE na fórmula de loções e cremes manipulados. Mas apesar do barulho provocado pelo seu lançamento, o preparado ainda divide os médicos.

 

O produto pode ser mais um aliado no combate ao envelhecimento cutâneo. Estudos mais detalhados, porém, com um maior número de pacientes e, a longo prazo, devem ser realizados para a confirmação destes resultados inicialmente animadores.